Notícias
Home Dulcícola Poraquê é mostrado saltando da água para eletrizar

Poraquê é mostrado saltando da água para eletrizar

Poraquê é mostrado saltando da água para eletrizar
Vote neste artigo

Enguia elétrica ou Poraquê (Electrophorus electricus) é mostrado saltando da água para eletrizar ameaças.

Este comportamento “chocante” provavelmente permite o Poraquê se defender durante a estação da seca da Amazônia, em que podem ser encontradas em pequenas piscinas que há um grande perigo de predação. Os resultados atestam a história de Alexander von Humboldt sobre enguias elétricas atacando cavalos que foram pastoreados nas poças enlameadas durante a estação seca em 1800. A descoberta [Vídeo] denota o sofisticado comportamento relacionado aos poderosos orgãos elétricos das enguias.

Poraquê-é-mostrado-saltando-da-água-para-eletrizar-ameaças

Em março de 1800, Alexander von Humboldt observa o espetáculo extraordinário de pescadores nativos recolhendo enguias elétricas (Electrophorus electricus) por “pesca com cavalos” [von Humboldt A (1807) Ann Phys 25: 34-43].

Este lendário conto de aventuras da América do Sul ajudou a impulsionar Humboldt para a fama e tem sido contada e ilustrado em muitas publicações, mas os investigadores subsequentes têm sido céticos, e nenhum comportamento assim semelhante foi relatado em mais de 200 anos, até agora.

Relato de Alexander von Humboldt sobre o peixe Poraquê

O estudo suporta o comportamento visto por Humboldt. O estudo consiste em uma abordagem de saltar para fora da água durante o qual a enguia pressiona seu queixo contra um condutor “ameaçador” descarregando energia de alta tensão.

Poraquê saltando da água para eletrizar

O comportamento foi observado por acidente: Como os cientistas estavam estudando as enguias em um experimento relacionado, eles notaram que os animais, às vezes, saltavam para atacar o aro das redes utilizadas para capturá-los. Em um estudo de acompanhamento, os pesquisadores descobriram que os ataques se tornaram mais fortes quanto maior a enguia subia para fora da água, em um caso o aumento foi de 10 a 300 volts. Quanto mais as enguias podem sair da água, mais corrente elas passam..

O estudo completo você encontra no link “Leaping eels electrify threats, supporting Humboldt’s account of a battle with horses

Sintam-se à vontade para corrigir, complementar e compartilhar a sua experiência conosco. Utilize o campo de comentários para tirar dúvidas e interagir sobre esse assunto. Faça parte deste time, colabore conosco!

Sobre AquaA3

Somos um site de aquarismo feito por pessoas que respiram quase que sempre debaixo d’água. Dulcícola ou marinho, nano ou jumbo, plantado ou apenas peixes. Parceria, união e o verbo somar. É assim que fazemos aquarismo. Faça parte deste time!

Veja também

As mudanças do CBAP 2017

As mudanças do CBAP 20175 (100%) 11 votos Com o objetivo de atrair e estimular …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *