Notícias
Home Dulcícola Amigos promovem a soltura de 1750 Carpas capim no rio Iguaçu

Amigos promovem a soltura de 1750 Carpas capim no rio Iguaçu

Amigos promovem a soltura de 1750 Carpas capim no rio Iguaçu
5 (100%) 1 voto

 

A Carpa capim é de origem asiática e sua soltura pode acarretar em danos incalculáveis para o habitat. Segundo os biólogos Diego Azevedo e Marcelo Hideki, as introduções de espécies são a segunda maior causa de perda de biodiversidade, estando atrás apenas da destruição direta de hábitats. O Brasil é líder dos 17 países mais megadiversos do mundo, que juntos abrigam cerca de 70% das espécies animais e vegetais. Com relação aos peixes de água doce, são reconhecidas pela ciência cerca de 100 novas espécies a cada ano, nos apresentando praticamente uma espécie nova a cada três dias. Não se deve permitir que peixes de outras águas ameacem a biodiversidade nativa de nossas bacias hidrográficas. Ainda existem muitas espécies e interações ecológicas que merecem ser conhecidas. E como disse o astrônomo americano Carl Sagan, “em algum lugar, algo incrível está esperando para ser conhecido”. Diz os biólogos

Mais de 2 mil alevinos foram soltos nas águas do rio Iguaçu, na tarde da última terça-feira (3/11). A ação foi resultado da iniciativa voluntária de um grupo de pescadores, que arrecadou dinheiro para adquirir as espécies. Confira o vídeo.

Amigos promovem a soltura de 1750 Carpas no rio Iguaçu
(Créditos: Clube da pesca/YouTube)

 “Gostaria de agradecer a todos os amigos que ajudaram na vaquinha para a compra de alevinos que foram soltos no rio Iguaçu, em especial o Panek Pesca que foi fundamental para o sucesso da campanha, obrigado a todos e Deus abençoe vcs.
Total arrecadado: R$627,00
Total de alevinos comprados: 1.750 carpa capim juvenil e 350 jundiá juvenil.
total de alevinos soltos: mais ou menos 2500 com os brindes do vendedor Pavanelo.” Diz Fabio Arduim em sua rede social no Facebook.

Fábio Arduim conta que teve a ideia de iniciar a arrecadação pelas redes sociais, e ainda ganhou o apoio do amigo Christian José Panek (Schumacher), da Panek Pesca, que deixou uma lista em sua loja para os clientes que se interessassem em colaborar. A iniciativa envolveu mais de 50 amigos, que ajudaram com diferentes valores e reuniram o total R$ 627, permitindo a compra de 1.750 carpas Capim (Ctenopharyngodon idella) juvenis e 350 Jundiás (Rhamdia voulezi). Com os brindes do vendedor Pavanelo, conseguiram totalizar cerca de 2,5 mil alevinos, que foram soltos na região da Praça do Iguaçu.

Amigos promovem a soltura de 1750 Carpas capim no rio Iguaçu

 

Juvenil de Carpa Capim
Juvenil de Carpa Capim – (Créditos Fabio Arduim/Facebook)

A iniciativa aconteceu na semana em que teve início a época de preservação para reprodução dos peixes, a piracema, trazendo uma mensagem positiva dos pescadores locais. “A intenção disso é conscientizar a população para cuidar do nosso rio, preservar a natureza e praticar a pesca consciente”, explica Fábio.

1.750 é um número simbólico de alevinos se comparar que apenas uma carpa coloca 300.000 mil ovos,carpa essa que já existe a mais de 20 anos no Iguaçu, sem contar que a pesca predatória com redes que é comum esta acabando com as espécies nativas, eu pesco a anos no rio Iguaçu e esta cada vez mais difícil de fisgar um peixe, agora criticas são bem vindas e ajuda também, se quiser dia 22/11 tem a limpeza do Iguaçu, apareça para dar uma ajuda…” Explica Fabio.

Colabore conosco. Sintam-se a vontade para corrigir, complementar e compartilhar a sua experiência conosco. Utilize o campo de comentários para tirar dúvidas e interagir sobre esse assunto.

Fonte: Jornal Aconteceu /Fabio Arduim “Grupo de amigos promove a soltura de mais de 2 mil alevinos no rio Iguaçu”
Notícia indicada por nossa leitora Fabiele Silva 

Sintam-se à vontade para corrigir, complementar e compartilhar a sua experiência conosco. Utilize o campo de comentários para tirar dúvidas e interagir sobre esse assunto. Faça parte deste time, colabore conosco!

Sobre AquaA3

Somos um site de aquarismo feito por pessoas que respiram quase que sempre debaixo d’água. Dulcícola ou marinho, nano ou jumbo, plantado ou apenas peixes. Parceria, união e o verbo somar. É assim que fazemos aquarismo. Faça parte deste time!

Veja também

Peixes ornamentais são apreendidos no Paraná

Vote neste artigo Peixes ornamentais são apreendidos no Paraná e o o responsável responderá criminalmente. Cinco peixes …

2 comments

  1. Porque então não adquiriram espécies nativas daqui mesmo? O que precisa então são os órgãos de governo como o IBAMA investigar essa linha de tráfico. Estão espérando o que?

  2. Que cagada pqp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *