Notícias
Home Opinião Educação: Aquários e crianças

Educação: Aquários e crianças

Educação: Aquários e crianças
4 (80%) 3 votos

Todo educador ou educadora quer dar a melhor educação aos seus filhos e ao mesmo tempo não quer lhe tirar os momentos de lazer. Que tal unir o útil ao agradável, através de um hobby que eduque seus filhos de forma lúdica?

Confira também, Cristiane Mello fala um pouco de como é ser mãe e aquarista ao mesmo tempo.

Criança com o peixe flowerhorn
A pequena Isabelly ao lado do Flowerhorn do seu pai (Marcelo Santos)

Aquários e crianças é uma ótima junção para ensinar conceitos base, como ter paciência e responsabilidade, para um bom estudante e até um bom cidadão. Uma criança que desde cedo é motivada a responder suas perguntas através da observação, como as vista nas relações presentes no aquário, com certeza terá menos dificuldades no aprendizado de diversos conteúdos na escola, consequentemente já começa a se preparar para sua vida profissional. Por outro lado um hobby saudável, como o do aquarismo, inibe até mesmo vícios indesejados (drogas, fumos, etc.).

Educando as crianças através do aquarismo

Aqui vão algumas sugestões de como utilizar o aquarismo na educação dos/as pequenos/as.

Primeiro devemos explicar as diferenças entre o habitat dos peixe e de outros animais terrestres, como as pessoas. Nessa explicação, dependendo da idade, já se pode introduzir conceitos ambientais como, por exemplo, a capacidade de suporte, onde o espaço do aquário só comporta “x” peixes, pois eles só têm aquele espaço para morar, se alimentar, criar seus filhotes, etc. Com isso fica mais fácil também explicar o conceito de ciclagem e das necessidades específicas para o bem estar dos peixes. Nesse ‘bem estar’ já entra uma longa conversa sobre o fato de que peixes, ao contrário do que muitos pensam, também sofrem e por isso devem ser bem tratados.

Para crianças muito pequenas comece com um aquário pequeno e um peixe Betta. Mas lembrem-se, por vezes o ‘pequeno’ demais reflete na necessidade de uma maior controle. Além disso o Betta é um peixe que atrai a atenção da criança, interage bastante e é interessante de se observar, por ter um comportamento de Pet fish. A dificuldade será o de controlar a quantidade a se alimentar, mas nada que a ação supervisionada não possa resolver.

Aquário natural para inspirar o seu filho
Mostre algumas fotos de aquários para inspirá-la, mas sempre a ensine que o aquário deve seguir o estilo natural, onde o peixe se sinta à vontade no habitat. Ao escolher as plantas naturais, ensine-a que as plantas, como outros seres vivos, tem exigências e mostre as plantas mais resistentes – como Elódea, Cabomba, rabo de raposa e Valisnéria. É importante você lembrar que o aquário não será seu, mas da criança, então você pode opinar apenas de forma a guia-la para obter sucesso. Sempre elogie as escolhas feitas – é um incentivo muito importante.

Aquário do Super Mario Bros
Aquário do Super Mario Bros (créditos The Wired Life)

Não proíba diretamente as casas do Bob Esponja, do Lula Molusco ou plantas de plástico, apenas diga que os peixes gostarão muito mais de plantas naturais, pedras e troncos, mas novamente lembre-se, a escolha final é dela, pois uma vez sendo totalmente contrariada, crescerá relacionando o aquário a contradição de seus gostos e opiniões.

Aquário Jumbo com crianças

Deixe a criança montar o aquário sozinha, acompanhando-a sempre, apenas a auxilie caso veja que está com dificuldade ou em tarefas que possam ser perigosas – como manusear pedras pesadas sobre o vidro do aquário. Parta também do pensamento de que aquários de acrílico são bem mais seguros que aquários de vidro.

Pegue um calendário de papel e marque com um círculo o dia previsto para o término da ciclagem, ensinando-a que é o período necessário para a ‘vida invisível’ se estabelecer no aquário, mostrando-a que o aquário equilibrado é muito mais que apenas água e peixes. Peça para que todo dia seja feito um X no dia decorrido, de forma que a criança sinta que o tempo está sendo útil e que não é uma eternidade, pois a cada dia fica mais perto, elas em fases iniciais não têm boa noção de tempo.

Criança fazendo testando o aquário
A pequena Laura, filha do aquarista Ricardo Berger

Uma vez por semana ou mais, deixe-a fazer os testes de amônia e nitrito para o acompanhamento da evolução do aquário, sempre sob sua supervisão, é claro, mas relacionando com o entendimento de que o teste reflete a ‘vida invisível’ que está se desenvolvendo.

Para a montagem de aquários comunitários é importante explicar a respeito das compatibilidades entre peixes. Pesquise tabelas de compatibilidade entre espécies e converse sobre os locais de origem e seus parâmetros de água e de ambiente, assim ela entenderá que compatibilidade nem sempre está diretamente relacionado com agressividade.

Heiko Bleher e sua filha - Aquário
Heiko Bleher e sua filha

Estabeleça qual será o dia da semana e o horário da manutenção da aquário, dando abertura para a criança escolher o que ela acha melhor, mas claro que respeitando outras atividades semanais. Siga rigorosamente o dia e o horário, evite marcar compromissos, mas seja flexível para um dia após ou antes do combinado.

Lembre-se sempre que o aquário será uma forma para educar a criança, sob vários aspectos, assim deixe com ela as responsabilidades, acompanhe e oriente para evitar erros e problemas, mas nunca passando a sensação de estar vigiando e sim que está acompanhando, se divertindo e se orgulhando.

Eduque seu filho com o aquarismo

Como já citado em outras matérias diversos conteúdos podem ser ensinados através da prática do aquarismo, como por exemplo matemática, através da noção de comprimento, volume, peso, físicos, através da luz, temperatura, química através de reações e interações entre compostos (O2, CO2, Na, Ca, etc.) e, claro, a biologia através dos seres vivos presentes ali. Há inclusive um projeto do Paraná que ensinam aquarismo nas escolas.

depoimento de filha sobre o aquarismo
Minha filha recebeu uma tarefa sobre PRESERVAÇÃO, depois de terminar pediu para eu poder ler, e para minha surpresa e felicidade, olhem só o que ela escreveu.” (Imagem publicada por Kal Mota no grupo Plantas & Plantados no Facebook)
Em casa aprendo muito sobre o meio ambiente, amo muito os animais e meus me pais me ensinam que o meio ambiente é a vida do nosso planeta.

Vejo uma pequena parte da natureza dentro dos aquário na minha casa, dentro deles não podemos jogar lixo nem coisas que possam prejudicar aquele pedacinho da natureza, isso levo comigo aonde eu for, o respeito a natureza.

– Depoimento de Ágatha Loren (imagem acima), filha do Aquarista Kal Mota.

Mesmo que esses conteúdos não sejam aparentemente aprendidos ou compreendidos, evite muitas críticas e faça o máximo de elogios possíveis, pois o mero contato com esses conceitos já abrem diversos horizontes. Além dos mais, se a criança se sentir desmotivada, desistirá do hobby, e você perderá uma ótima ferramenta de ensino a respeito não só de questões ambientais, mas também cognitivas. Paulo Freire, o grande educador, já nos ensinava que a forma de melhor aprender é através de tarefas do cotidiano, onde se internaliza todo o conhecimento e essas atitudes positivas se tornam parte de nosso ser.

Aquário promove o estudo nas crianças
(Créditos Aquasixio)

Então podemos afirmar com toda a certeza que o aquarismo é uma excelente atividade, não só para os adultos, mas também para as CRIANÇAS… Finalizo com a frase  “Educai as crianças e não será preciso punir os homens” – Pitágoras

P.S. Veja lá até onde vai seu vício no aquarismo, não vai fazer igual o da imagem abaixo! 😀

Viciado em Aquário
Colaboração e complemento: Leopoldo Barreto
Participe do nosso álbum no Facebook, Crianças + Aquarismo (Envie a foto com o nome do seu filho(a) no tema aquarismo para contato@aquaa3.com.br)

Sintam-se à vontade para corrigir, complementar e compartilhar a sua experiência conosco. Utilize o campo de comentários para tirar dúvidas e interagir sobre esse assunto. Faça parte deste time, colabore conosco!

Sobre Tatiana Casante

Apaixonada pela natureza como um todo, começou no aquarismo em 2008, pela vontade de ter um animalzinho enquanto morava em um apartamento pequeno. De lá para cá, os aquários aumentaram de tamanho, assim como a paixão pelo hobby.

Veja também

Dia das crianças: não presenteie com peixes

Dia das crianças: não presenteie com peixes5 (100%) 1 voto O dia das crianças, muitos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *