Nova espécie de cabeça-de-cobra descoberta na India.

A nova espécie, Channa stiktos pertence ao gênero Channa, dos snakeheads, ou cabeça-de-cobra. São peixes nativos da Ásia e muito criados para alimentação no sudeste asiático. Por serem coloridos, bonitos e de muita atitude são famosos no hobby, porém são proibidos em muitos países por serem perigosos para o equilíbrio ecológico local. Os snakeheads são predadores vorazes e se alimentam de outros peixes, insetos, sapos, crustáceos, pássaros e até pequenos mamíferos como ratos. São peixes extremamente resistentes, possuem um órgão respiratório que os permite respirar ar atmosférico, podendo assim sobreviver em ambientes com pouca oxigenação e até mesmo percorrer curtas distancias por terra para procurar melhores condições para viver. Por ser um peixe extremamente agressivo, adaptável e resistente rapidamente se torna uma praga local capaz de dizimar qualquer espécie nativa.

Channa stiktos foi descoberta no rio Kaladan no nordeste da Índia e se difere de outras espécies semelhantes por manchas pretas na região de sua cabeça e ausência de pintas pretas na nadadeira anal de indivíduos juvenis. Além disso, foi feita análise genética que comprovou a existência da nova espécie.

Channa stiktos

Channa stiktos

Como outras espécies do gênero, seu corpo é alongado e cilíndrico, cabeça grande com enormes dentes, dando origem ao nome popular cabeça-de-cobra. A nova espécie foi encontrada em riachos de fraca correnteza, sem vegetação e substrato de cascalho.

Seu nome vem do grego, “stiktos” que significa “pintado” devido ás numerosas pintas em seu corpo.

Mais informações em: Senckenberg por Lalramliana, John Daniel Marcus Knight, Denis Van Lalhlimpuia e Mahender Singh

Deixe um comentário