Notícias
Home Multimídia Peixes congelados voltam a vida, mito ou verdade?

Peixes congelados voltam a vida, mito ou verdade?

Peixes congelados voltam a vida, mito ou verdade?
5 (100%) 3 votos

Primeiro esses peixes congelados nunca estiveram mortos de fato, mas como eles conseguiram sobreviver a esse processo?

Tem circulado nas redes sociais alguns vídeos onde peixes congelados são introduzidos em um recipiente com água e voltam a vida depois de alguns minutos. 

Peixes congelados voltam a vida
Peixe “retornando a vida” depois do processo de criogenia. (Créditos: SarahW1461/Youtube)
Deixamos bem claro que somos contra a qualquer tipo de teste ou dano ao animal, o intuito deste artigo é para fins de aprendizado e por motivo de curiosidade. Não incentivamos essa prática ou ensinamos como fazer.

O que é Criônica?

Existe um processo chamado criogenia lembrando que o prefixo krions significa congelar ou o ato de congelamento que consiste basicamente em como produzir baixas temperaturas aplica-la nos seres vivos. No caso do vídeo em questão os peixes congelados passaram por um processo denominado criônica.

Diferença entre congelamento convencional e congelamento criogênico

Diferença entre Congelamento Convencional e Congelamento Criogenico
Diferença entre congelamento convencional e congelamento criogênico. (Créditos: Yara.ie)

A criônica é considerada pela ciência um procedimento experimental que implica a utilização de técnicas científicas e médicas para a preservação de corpos de seres humanos a temperatura de -196ºC em nitrogênio líquido, porém, é amplamente utilizada para criopreservação de células, tecidos e até pequenos organismos são preservados através dessa técnica que consiste em um congelamento com a troca rápida de temperatura (processo físico) e abaixo do ponto de fusão da água (entre -196 à -150 °C) geralmente a temperatura de congelamento aplicada pode variar dependendo da estrutura que será congelada.

Método esse muito utilizado em células reprodutivas que ganhou espaço com programas de conservação da genética do salmão do pacífico e muito utilizada hoje por exemplo na espécie Oreochromis niloticus, a famosa tilápia do nilo, peixe muito comum na psicultura, aquicultura, pesca esportiva e também utilizado como ornamental.

criogenia
(Créditos via: Obekti)

Nesse caso a temperatura pode variar entre – 40 à -20, o que facilita o trabalho de coleta em campo pelos pesquisadores.

Dúvidas frequentes sobre o processo de Criônica 

  • As células ou tecidos suportam essa troca de temperatura sem sofrer danos?
  • O processo fisiológico não sera afetado apos o organismo “voltar a vida”?

Basicamente existem técnicas que são aplicadas nesse processo de congelamento, como é o caso de crioprotetores que podem ser metanol, dimetilsulfóxido (DMSO), etilenoglicol, dimetilacetamida (DMA) e propanodiol, entre outros além do uso de ativadores que ajudam a reverter o processo de congelamento, logicamente existe uma área chamada criobiologia que estuda o que acontece com organismos que passam por todo esse processo de congelamento. A criobiologia é um ramo da ciência que particularmente eu tenho ainda mais intimidade devido a minha formação acadêmica.

Processo de criogenia em peixe

Vamos entender como funciona o organismos mostrado no vídeo que no caso são peixes e obviamente são multicelulares e fisiologicamente mesmo utilizando crioprotetores sem duvida existe um grande risco dos animais sofrerem com danos químicos intracelular e intercelular, como pode ser o caso de uma mudança drástica na concentraçao de íons responsáveis pelo metabolismo celular, problemas hormonais que podem diminuir a produção de células de cloreto e aumentar os níveis de corticoides, etc. Existe o dano mecânico que mesmo com o congelamento rápido pode acometer estruturas celulares como organelas por exemplo.

Existe uma organização considerada a maior no segmento de técnicas da Criônica denominada Alcor Life Extension Foundation. Vale a pena uma visita ao site dessa organização aos interessados no assunto.

Para finalizar vejam o vídeo realizado por Renato Moterani  do grupo Peixe Grande que retrata mais detalhes sobre como funciona o congelamento da água e porque os peixes congelados conseguem sobreviver a essa técnica denominada criônica.

Artigo de autoria do biólogo Wellington Moreira Ferreira

Bibliografia

1. ALCOR. Alcor’s History. Disponível em: (http://www.alcor.org/AboutAlcor/index.html). Acessado em 10 de Janeiro de 2016.
2. GrupCiber. Grupo de Pesquisa em Ciberantropologia Site pesquisado (http://www.grupciber.net/blog/).
3. PPGAS. Programa de Pós Graduação em Antropologia Social (http://ppgas.posgrad.ufsc.br/).
4. HARVEY, B. An overview of action before extinction. In: HARVEY, B.; ROSS, C.; GREER, D. et al. (Eds.). Action before extinction: an international conference on conservation of fish genetic diversity. Vancouver: World Fisheries Trust, . p.1-18, 1998.

Sintam-se à vontade para corrigir, complementar e compartilhar a sua experiência conosco. Utilize o campo de comentários para tirar dúvidas e interagir sobre esse assunto. Faça parte deste time, colabore conosco!

Sobre AquaA3

Somos um site de aquarismo feito por pessoas que respiram quase que sempre debaixo d’água. Dulcícola ou marinho, nano ou jumbo, plantado ou apenas peixes. Parceria, união e o verbo somar. É assim que fazemos aquarismo. Faça parte deste time!

Veja também

Vídeo: Mulher recebe por engano 150 peixes ornamentais

Vídeo: Mulher recebe por engano 150 peixes ornamentaisVote neste artigo Uma mulher de Harold Hill, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *