Notícias
Home Artigos Estudo releva como as Ampulárias se alimentam na superfície

Estudo releva como as Ampulárias se alimentam na superfície

Estudo releva como as Ampulárias se alimentam na superfície
Vote neste artigo

Alimentação Pedal Superficial das Ampulárias

Muitos de vocês que criam Ampulárias em aquários, já devem ter presenciado a cena em que as Ampulária se dirigem até a superfície da água, forma um funil com a região anterior do seu “pé”, coleta alimentos e outras partículas na superfície da água por ação ciliar, que depois é ingerido.

Ampulárias se alimentam na superfície

Chamado de Coleta Pedal Superficial (“pedal surface collecting”), é uma estratégia praticamente exclusiva das Ampulárias, permite a captura de uma grande variedade de alimentos, como restos orgânicos (pétalas, folhas, exúvias e corpos de insetos) e nêuston (como pequenas plantas flutuantes). A interface ar-água também contém uma quantidade significativamente mais alta de partícula e matéria orgânica dissolvida, além da Monocamada Protéica, que também são ingeridas pela Ampulária.

Ampulárias se alimentam na superfície

Confira o passo a passo do vídeo acima.

Ampulária pegando ração na superfície

ampularia criando funil

Ampulária pegando ração na superfície

Ampulária pegando ração na superfície

Uma equipe argentina liderada pela Dra. Lucía Saveanu e Dr. Pablo Martín estudaram este comportamento, demonstrando que é uma alternativa particularmente útil quando não há plantas aquáticas disponíveis, representando uma opção importante de fonte de alimentos. A equipe confirmou que as Ampulárias exibem este comportamento regularmente, mesmo quando há outros alimentos disponíveis.

Caramujos se alimentam na superfície

Foi visto também que há um crescimento adequado dos animais alimentados somente com material de superfície, embora menor do que aqueles alimentados com plantas aquáticas. Isto explica um fato interessante observado na natureza: Ampulárias são espécies invasoras agressivas em muitos países, causando grandes prejuízos em plantações e determinando importantes impactos ambientais, dizimando plantas aquáticas submersas e flutuantes em muitos destes locais.

Após a erradicação do seu principal alimento, esperava-se que a população invasora entrasse em colapso, mas já há algum tempo têm-se notado que as Ampulárias persistem nestes locais altamente impactados, até mesmo permanecendo em altas densidades populacionais, mesmo depois das alterações catastróficas provocadas erradicando recursos. Esta peculiar adaptação alimentar é um dos motivos deste sucesso invasor.

Mais detalhes: Alimentação Pedal de Nêuston pelas Ampulárias

Notícia enviada por Walther Yoshiharu e colaboração de Juliana Jara. Colabore conosco. Sintam-se a vontade para corrigir, complementar e compartilhar a sua experiência conosco. Utilize o campo de comentários para tirar dúvidas e interagir sobre esse assunto.

Bibliografia:

  • Saveanu L, Martín PR. (2015) Neuston: A relevant trophic resource for apple snails?. Limnologica – Ecology and Management of Inland Waters 52, 75-82.

Sintam-se à vontade para corrigir, complementar e compartilhar a sua experiência conosco. Utilize o campo de comentários para tirar dúvidas e interagir sobre esse assunto. Faça parte deste time, colabore conosco!

Sobre AquaA3

Somos um site de aquarismo feito por pessoas que respiram quase que sempre debaixo d’água. Dulcícola ou marinho, nano ou jumbo, plantado ou apenas peixes. Parceria, união e o verbo somar. É assim que fazemos aquarismo. Faça parte deste time!

Veja também

Os peixes podem ter depressão?

Os peixes podem ter depressão?5 (100%) 3 votos Os peixes são tão sentimentais quanto os …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *