Notícias
Home Dulcícola Laubuka tenella é nova espécie de ciprinídeo

Laubuka tenella é nova espécie de ciprinídeo

Laubuka tenella é nova espécie de ciprinídeo
5 (100%) 1 voto

Laubuka tenella é nova espécie de ciprinídeo do sudeste de Bangladesh e sudoeste de Myanmar.

Laubuka tenella é uma nova espécie caracterizada por seu padrão de cor, consistindo de barras verticais e uma faixa lateral associada com nadadeira pélvica relativamente curta e 29–30 escamas da linha lateral.  Foi separado dos outros Laubuka depois de uma análise de DNA. A série de espécimes-tipo (os animais que definem o padrão da espécie) foi coletada de pequenos córregos no cidade de Cox’s Bazar em Bangladesh (a localidade-tipo) e o rio Thandwe no oeste de Myanmar.

Laubuka tenella
Laubuka tenella

Diversas espécies de Laubuka foram registradas do sul da Ásia em Bangladesh, Camboja, Índia, Indonésia, Laos, Malária, Mianmar, Paquistão, Sri Lanka, Vietman e Tailândia.

holótipos Laubuka tenella
holótipos Laubuka tenella

Aproximadamente 13 espécies foram reconhecidas até os dias de hoje, mas o gênero não sofreu nenhuma revisão desde uma feita pelo ictiologista Silas Stearns em 1958, que empregou métodos de taxonomia muito diferentes do que as que estão sendo utilizadas atualmente.

Mais informações em: zootaxa.3700.2.6 por Sven Kullander, Md. Mizanur Rahman, Michael Norén e Abdur Rob Mollah.

Sintam-se à vontade para corrigir, complementar e compartilhar a sua experiência conosco. Utilize o campo de comentários para tirar dúvidas e interagir sobre esse assunto. Faça parte deste time, colabore conosco!

Sobre Nathalia Byrro

Engenheira de Pesca (UFRB) e tradutora freelancer de inglês. Foi bolsista CsF/ Canadá e bolsista Pibiti/Cnpq na graduação. Tem interesse nas áreas de aquicultura, limnologia, biotecnologia e nutrição de organismos aquáticos. Aficionada por tecnologia, apaixonada por culinária e amante de cachorros.

Veja também

Peixes ornamentais exóticos ameaçam a biodiversidade

Peixes ornamentais exóticos ameaçam a biodiversidade5 (100%) 8 votos A introdução de peixes ornamentais exóticos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *