Notícias
Home Dulcícola Harvard constrói a primeira arraia artificial

Harvard constrói a primeira arraia artificial

Harvard constrói a primeira arraia artificial
5 (100%) 1 voto

Harvard surpreende construindo uma arraia artificial que segue a luz!

E a ciência surpreende mais uma vez! Dentro da Universidade de Harvard foi construída uma arraia artificial que se move como uma arraia verdadeira em busca da luz, o projeto chama-se “Ray of light“. O pai da arraia artificial é Kit Kevin Parker, professor de Bioengenharia e Física Aplicada que pesquisa como construir um coração humano.

Harvard constrói a primeira arraia artificial

Seu corpo foi feito por uma impressora 3D usando materiais como titânio e ouro para o coração e um polímero elástico para o corpo. Confira o vídeo abaixo ou no link

O funcionamento da arraia artificial é mais ou menos assim: Quando os genes de uma proteína derivados de uma alga recebem luz azul, eles ativam o músculo da arraia artificial fazendo-a mover em direção à luz.

Infográfico da Arraia artificial
Infográfico da Arraia artificial

Nem de longe a arraia artificial parece com uma arraia verdadeira, apenas os principais movimentos foram simulados, mas isso já é uma grande vitória da ciência.

Será que em breve teremos peixes de aquários artificias que serão idênticos aos naturais?

Por Angelo Lucas
Fonte/Imagens: Harvard

Sintam-se à vontade para corrigir, complementar e compartilhar a sua experiência conosco. Utilize o campo de comentários para tirar dúvidas e interagir sobre esse assunto. Faça parte deste time, colabore conosco!

Sobre AquaA3

Somos um site de aquarismo feito por pessoas que respiram quase que sempre debaixo d’água. Dulcícola ou marinho, nano ou jumbo, plantado ou apenas peixes. Parceria, união e o verbo somar. É assim que fazemos aquarismo. Faça parte deste time!

Veja também

Peixes ornamentais são apreendidos no Paraná

Vote neste artigo Peixes ornamentais são apreendidos no Paraná e o o responsável responderá criminalmente. Cinco peixes …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *