Notícias
Home Dulcícola Seu peixe é um animal ou uma decoração?

Seu peixe é um animal ou uma decoração?

Seu peixe é um animal ou uma decoração?
5 (100%) 1 voto

O peixe ornamental para muitos pode ser utilizado como decoração, mas existem pessoas que preferem ele como animal ao invés de decoração.

Houve época da minha vida que me interessava muito por Feng Shui. Simplificadamente esta é uma tradição de origem chinesa com mais de 4000 anos que busca harmonizar a energia de um ambiente através do equilíbrio das forças da natureza visando à saúde, prosperidade, proteção e boa sorte das pessoas que ali vivem.

Desta época, lembro-me de um artigo em uma revista de decoração e da foto de um banheiro onde, na bancada da pia, o único objeto existente era um recipiente de vidro com uns dois litros de água e dentro dele um Betta splendens azul. Não sei mais que forças negativas aquele pobre betta estava combatendo, mas quando me lembro disto ainda fico com certo mal estar, imaginando a curta e estressante vida que ele teve.

aquário na sala
Aquário na sala (créditos Voloduson)

Anos mais tarde, dei de cara com outra reportagem em outra revista, também com o foco em decoração. As fotos que ilustravam a matéria eram de uma sala (de muito bom gosto, por sinal) e o impacto visual ficava por conta de um grande aquário plantado. Todo o projeto, execução, montagem e inclusive manutenção ficava a cargo de um profissional na área, sendo que à proprietária cabia o prazer de observar, exibir a obra e colher os elogios e olhares de admiração.

Betta: É só um peixinho…
Betta: É só um peixinho… (Créditos Cyzone)

Não é tão raro assim encontrarmos por aí aquários montados unicamente para serem objetos decorativos. Talvez o maior exemplo seja nosso pobre betta em três litros de água e dentro dos recipientes mais estranhos sobre um aparador, estante, bancada de cozinha. E daí quando ele morre (porque algo muito ruim iria acontecer então o peixe absorveu toda esta energia negativa antes de você e morreu por isso, claro) sem problema, compra-se outro e a vida segue. O peixe deixa de ser uma criatura viva, senciente, e passa a ser apenas uma parte substituível de uma peça decorativa.

Seu-peixe-é-um-animal-ou-uma-decoração

O foco muda quando somos aquaristas. É uma sensação boa quando alguém olha para seu aquário e diz: nossa, que bonito! Mas enquanto a pessoa vê apenas a estética, a beleza, nós enxergamos tudo o que fizemos para que aqueles animais que estão ali vivam bem. Isto é respeito com seres que estão sob nossa responsabilidade e dependem totalmente dos cuidados que dispensamos a eles. Meus aquários são bons lugares para meus peixes viverem, mas também carregam esta faceta de decoração.

um pedacinho da natureza dentro do aquário
(Créditos Solange Nalenvajko)

Fazem minha casa mais bonita, mais agradável, o famoso “um pedacinho da natureza dentro da minha sala”, e a natureza é linda. Isto é muito visível quando alguém vem aqui pela primeira vez e vê o aquário dos kinguios. A pessoa para na porta e fica muda olhando aquele contraste entre verde e laranja em um fundo preto. São nestes poucos segundos de admiração estática que sinto orgulho do meu trabalho, mesmo esta pessoa não tendo a menor ideia do quanto precisei aprender para chegar até ali.

Já com os peixes, a coisa é bem diferente.

Não adquiro um peixe porque é maravilhoso, mas porque gosto dele. Também não tenho peixes para mostrar aos outros, mas sim para eu me refestelar na minha confortável e velha cadeira de vime e ficar olhando o ir e vir deles.

O pequeno Otocinclus que custou dois reais terá o mesmo tratamento que um outro que tenha custado duzentos, seja em alimentação, tratamento ou qualquer outra coisa que melhore sua qualidade de vida. Não olho meus peixes como itens substituíveis, nem digo deles que duraram pouco ou que têm uma vida útil de x anos, porque indiretamente é como trata-los como coisas, o que não são.

Kinguios

E só para encerrar, solução rápida para quem precisa de uma receita para alcançar a melhora financeira: é só montar um aquário com nove kinguios, oito dourados e um preto, e coloca-lo no guá da prosperidade. E não esqueça: antes de tudo pesquise sobre as necessidades da espécie para depois montar um aquário de encher os olhos. Afinal, seu aquário até é decoração, seus peixes jamais.

Talvez nestas respostas resida a grande diferença entre ter um aquário e ser um aquarista, ter peixes e mantê-los bem. Agora, peixes já é outra história. Longe, mas muito longe de um objeto decorativo. Você realmente é aquarista ou falso aquarista?

Sintam-se à vontade para corrigir, complementar e compartilhar a sua experiência conosco. Utilize o campo de comentários para tirar dúvidas e interagir sobre esse assunto. Faça parte deste time, colabore conosco!

Sobre Solange Nalenvajko

Formada em Administração e atualmente convivendo com a nobreza (rainha do lar). Aquarista desde 2010, sua experiência principal são os Kinguios (Carassius auratus) e aquários de baixa manutenção.

Veja também

Peixes ornamentais são apreendidos no Paraná

Vote neste artigo Peixes ornamentais são apreendidos no Paraná e o o responsável responderá criminalmente. Cinco peixes …

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *