Notícias
Home Artigos FVM: Armadilha para capturar Planárias

FVM: Armadilha para capturar Planárias

Vote neste artigo

Saiba como combater Planárias utilizando uma armadilha

Planárias são vermes Platyhelminthes da classe Turbellaria, existem em ambientes terrestres e aquáticos marinhos ou dulcícolas. A maioria das espécies atingem poucos milímetros ou centímetros enquanto outras podem chegar a 60cm. Reproduzem-se por bipartição ou fecundação cruzada, são hermafroditas e os ovos são resistentes a frio, calor e seca. O hábito alimentar de grande parte das espécies é carnívoro ou necrófago. Os “olhinhos” são chamados e ocelos e tem percepção de luz, sendo muito mais rudimentares que olhos.

Embora não sejam nem um pouco bem vindas em nossos aquários, são usadas em muitos estudos científicos por causa da sua incrível capacidade de regeneração.
Justamente por causa dessa capacidade regenerativa nunca, mas jamais mesmo, corte ou esmague uma planária achando que vai se livrar dela. Elas tem uma capacidade incrível de formar outra planária a partir de um corte, o que era um problema vai virar vários.

planária em camarão ornamental
Uma pesquisa de Tim Henshaw do Bolton Museum (Lancashire, U.K.) indica que planárias produzem uma toxina especialmente tóxica para camarões. Elas também podem entrar nas guelras de peixes, causando irritação.
Uma planária sozinha não consegue capturar um camarão adulto saudável, mas em grande número podem adquirir uma espécie de estratégia de grupo, juntando-se em um “novelo” e atacando juntas para acumular uma grande quantidade de muco e aumentar as chances de sucesso.

Reprodução Planária
Nem todas as espécies de planárias dulcícolas são nocivas a camarões, peixes e caramujos, mas fique de olho nesta, as grandes planárias da Ordem Tricladida, como os do gênero Dugesia. Outro gênero bastante mencionado é o Girardia, mas a maioria dos autores o considera um sub-gênero do Dugesia. Texto extraído do artigo “Planárias – A ameaça silenciosa

Baseado nesse modelo da internet, o aquarista Junior Fantini nos enviou esse FVM que ele mesmo fez para capturar planárias.

Material utilizado:

– Tubo para colocar balinhas comprando em loja de enfeites de festas infantis (matéria de acrílico muito resistente com tampa de plástico, tinha 2 tamanhos, fiz com o menor).
– Agulhas para seringas (comprei na farmácia).

Modo de fazer:
– Faça 3 furos ou mais na tampa do tubo.
– Corte com uma alicate de corte a base das agulhas e a proteção.
– Usar a base das agulhas para encaixar na tampa do tubo.
– Usei um pedaço de tentáculo de Lula como isca.

Custo:
Tubo: R$ 1,20
2 agulhas: R$ 0,40
Total: R$ 1,60

Você também pode utilizar uma própria para aquário, abaixo fazemos uma da marca VIV

Colabore com perguntas, depoimentos ou métodos diferentes. Possivelmente iremos utilizar para melhorar esse artigo.
Entre em contato.

Sintam-se à vontade para corrigir, complementar e compartilhar a sua experiência conosco. Utilize o campo de comentários para tirar dúvidas e interagir sobre esse assunto. Faça parte deste time, colabore conosco!

Sobre AquaA3

Somos um site de aquarismo feito por pessoas que respiram quase que sempre debaixo d’água. Dulcícola ou marinho, nano ou jumbo, plantado ou apenas peixes. Parceria, união e o verbo somar. É assim que fazemos aquarismo. Faça parte deste time!

Veja também

Peixe mais velho do mundo em cativeiro é sacrificado

Vote neste artigo O Peixe-pulmonado-australiano (Neoceratodus forsteri), o peixe mais velho do mundo mantido em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *